Como trabalhar em Portugal? Veja dicas e como funciona!

Quer ir embora do Brasil? Veja como trabalhar em Portugal , como funciona e quais as dicas do que fazer

Nos dias de hoje o Brasil atravessa uma intensa crise. E uma das alternativas que as pessoas acabam buscando é mesmo ir embora.  No artigo de hoje, vamos falar sobre como trabalhar em Portugal, que tem sido um destino para os brasileiros. Vamos mostrar o que é necessário e como anda o mercado de trabalho. Acompanhe!

Como trabalhar em Portugal?

Dados do último relatório divulgado pelo SEF, 37,8% dos novos títulos emitidos em Portugal são para cidadãos de nacionalidade brasileira. brasileiros são mais uma vez a maior comunidade estrangeira em Portugal, com 151.304 cidadãos e já representa 1/4 da população do país.

Como trabalhar em Portugal

Não existe paraíso do trabalho como algumas empresas tentam vender, mas sim, as projeções futuras são boas. 2022 é um ano em que o país vai retornar a movimentar a sua economia devido ao avanço no controle da pandemia, incluindo o setor de turismo e comércio. Assim, é preciso considerar que a dificuldade ou facilidade em conseguir trabalho vai depender de vários aspectos. Veja algumas perguntas que sempre nos fazem sobre isso:

Pergunta  Resposta
O que é necessário para trabalhar em Portugal? Você precisa da autorização de residência que permita exercer uma atividade profissional, uma promessa ou contrato de trabalho.
Quem pode trabalhar em Portugal? Qualquer imigrante ou pessoa com dupla nacionalidade pode trabalhar, desde que tenha os documentos necessários e não esteja como turista no país.
Tem emprego sobrando em Portugal? Não, isso é exagero da mída. Sim, algumas áreas profissionais existe emprego sobrando, mas o desemprego no país é alto e a conquista de uma vaga não é uma tarefa tão simples como as pessoas tentam fazer parecer.

Um turista pode ficar 90 dias em portugal sem problemas, mas para quem vai trabalhar é necessário um visto especial de autorização. Existem 3 tipos inclusive referentes a trabalho:

  • Visto D1: para atividade profissional subordinada: é preciso ter uma carta-convite da empresa. A vaga de trabalho deve ser divulgada publicamente e, se em 30 dias nenhum residente português for selecionado, o convite para o profissional estrangeiro pode ser feito. A declaração é obtida por meio do IEFP, o Instituto do Emprego e Formação Profissional;
  • Visto D2: trabalho independente: Você é um freelancar, pequeno empreendedor ou algo do tipo. Um dos requisitos para abrir uma empresa é apresentar o capital mínimo para a abertura do novo negócio. O valor é de 5 mil euros;
  • Visto D3: atividade profissional altamente qualificada. O Blue Card, como é conhecido, autoriza o titular e seu respectivo cônjuge a residirem em solo europeu. Trata-se de uma iniciativa da União Europeia para atrair para o continente profissionais estrangeiros que apresentem qualificações elevadas.

Como pedir o Visto para trabalhar em Portugal

Se você tem esse interesse, deve fazer seu pedido no consulado português quando a pessoa ainda estiver no Brasil, ou no SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras), quando a pessoa já está em Portugal. Todavia, é necessário que a pessoa tenha um contrato de trabalho ou uma carta convite de trabalho. Além disso, a instituição solicita outros documentos:

  • Contrato de Trabalho (com horário de trabalho, cargo, função, e nome do empregador), assinado por ambas as partes
  • Carta redigida pela empresa contratante;
  • Declaração do IEFP (de responsabilidade da empresa);
  • Declaração de pedido de visto;
  • Passaporte válido com validade superior há 3 meses;
  • Comprovantes financeiros e imposto de renda do último ano;
  • Comprovante de alojamento (reserva de hotel de uma semana, por exemplo);
  • Seguro de saúde de viagem (pode ser o seguro PB4 gratuito);
  • Certificado de antecedentes criminais (obtido no site da Polícia Federal);
  • Duas fotos 3×4 coloridas, com fundo liso e recentes;
  • Cópia da Identidade autenticada em cartório autorizado pelo Consulado de Portugal no Brasil;
  • Carteira de Vacinação Internacional (solicitada no aeroporto);
  • Comprovante de pagamento do boleto do Consulado.

Nesse sentido, após enviar todos os documentos para o consulado, o prazo para obtenção da resposta varia de 30 a 90 dias úteis, dependendo do tipo de visto.

Sites para encontrar emprego em portugal

Veja alguns dos sites mais famosos que publicam vagas por lá:

O Net Empregos é o maior site de emprego Portugal. Em média são 500 novas vagas publicadas por dia. Já anunciaram no site mais 217 mil empresas e empregadores.

O portal SAPO Emprego é outra opção para encontrar em trabalho em Portugal. Além das vagas em Portugal é possível encontrar algumas oportunidades em outros países da Europa, como Inglaterra, França, Alemanha, Malta e Bélgica.

O site Indeed é motor de busca de empregos disponível em diversos países do mundo. Ele está disponível em mais de 28 idiomas e você consegue encontrar emprego Portugal.

Quais áreas contratam mais?

É importante ter em mente que as vagas de emprego em Portugal para brasileiros são, na maioria das vezes, para funções que não exigem ensino superior. São oportunidades para cargos como atendente, segurança, garçonete, recepcionista, auxiliar de limpeza e auxiliar de cozinha.Todos esses cargos contam com remuneração mensal de um salário mínimo português, ou seja, 665 euros. Porém, para os cargos que necessitam de ensino superior completo, os salários ultrapassam o valor de 1 mil euros.

Considerações finais

Bem pessoal, espero que tenha ficado claro como trabalhar em portugal e que consigam tambem!

Por fim já falamos em outro artigo sobre como ganhar dinheiro sem trabalhar, sugiro leitura.

Sugestões e dicas deixe nos comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.