Como aprender matemática para concursos

Se houver a disciplina de Exatas no edital do concurso dos seus sonhos, você veio ao lugar certo: hoje discutiremos a melhor maneira de aprender matemática para concursos. Nos últimos editais para as mais diversas competições, os materiais de Exatas sempre estiveram presentes.

Além da lógica e da própria matemática, disciplinas relacionadas à pesquisa em matemática aplicada, como matemática financeira e estatística, também foram cobradas. Portanto, a disciplina de exatas é uma realidade e requer uma preparação planejada, eficiente e eficaz.

Qual é a importância da matemática?

O peso da matemática nos concursos públicos é algo de muita importância. Com o português, faz parte das disciplinas básicas de qualquer prova. Afinal, como ocupar um cargo público sem escrever bem e sem saber fazer cálculos?

matematica para concursos

Se você tiver alguma resistência ou dificuldade com matemática e cálculo, é hora de superá-la. Para isso, o mais sugerido é ter paciência e concentração. Aprender matemática para concursos se trata de uma tarefa artesanal. Qualquer leitura incorreta de números ou símbolos causará erros. 

 

A propósito, esta é uma das principais razões pelas quais nos afastamos da matemática. Como não conseguimos nos concentrar ou permanecer focados por um bom tempo, acabamos desistindo de aprender. Então essa é a primeira dica: seja paciente, focado e calmo. A matemática precisa que todo examinando se preocupe com isso dessa maneira.

Quais são as principais dificuldades para aprender matemática para concursos?

A seguir, você verá algumas das principais dificuldades para aprender matemática para concursos de acordo com opiniões de alguns alunos quando perguntados sobre o assunto.

 

  • Dificuldade em entender o problema: muitos alunos percebem que seu grande problema está em interpretar a afirmação e entender o que realmente está sendo perguntado;
  • Dificuldade na realização dos cálculos: muitos alunos percebem que o cálculo matemático é difícil, fazendo com que se sintam inseguros e tenham este processo mais demorado;
  • Dificuldade para iniciar a análise prática: alguns alunos conseguem até entender as palavras, mas “desligam” ao iniciar a análise, ou seja, não sabem o caminho a percorrer;
  • Problemas específicos da disciplina: muitos alunos relatam problemas específicos da disciplina. Os maiores dramas estão geralmente relacionados a tópicos matemáticos, e não ao raciocínio lógico. Alguns exemplos são: probabilidade, análise combinatória, equações, etc.;
  • Trauma, obstrução e negligência: muitos alunos relatam “trauma”, “medo” e “rejeição” reais, especialmente em matemática. Por causa dessa repulsa, muitas vezes deixam de estudar, de modo que essas matérias são sempre “reservadas para depois” e nunca estudam com a antecedência necessária.

Como aprender matemática para concursos?

Veja a seguir alguns dos pontos mais importantes para aprender matemática para concursos.

Conjuntos numéricos

O primeiro tópico que precisamos entender aqui é a parte da teoria dos conjuntos. Este é um tópico muito comum em concursos militares.

Adquira conhecimentos básicos de matemática pela internet. (Foto: Divulgação)

A parte do “conjuntos  numéricos” está incluída em todos os programas de matemática da competição. Eles nada mais são do que um conjunto de números que permitem realizar várias operações matemáticas. Veja a seguir qual é a definição de cada um deles:

1- Números Naturais (N)

Vamos dar início com o primeiro conjunto de números: os números naturais são números que utilizamos para contar ou classificar os elementos de um conjunto que não é vazio. Usaremos (N) para simbolizar este conjunto.

  • ONDE simbolicamente: N = {1, 2, 3, …, n, n + 1}

 

O conjunto dos números naturais é obtido a partir do número 1, e a unidade é adicionada para obter os seguintes números naturais, obtendo-se: 1 + 1 = 2, 2 + 1 = 3, 3 + 1 = 4, 4 + 1 = 5 e assim sucessivamente, assim, com a possibilidade de obter números naturais infinitos

2- Números Inteiros (Z)

O conjunto de inteiros, tem a letra Z para simbolizá-lo, sendo uma extensão do conjunto de números naturais. Basicamente, são como se fossem os números naturais e seus números negativos opostos.

  • Z = {…, -3, -2, -1, 0, 1, 2, 3, …}

 

Não existem números inteiros em frações ou decimais.

3- Números Racionais (Q)

Um conjunto de números racionais, se trata de um conjunto de números que contam com a possibilidade de serem escritos como números de fração. O conjunto de números racionais representado por Q tem os seguintes elementos:

  • Q = {1,2; 3,654; 0,00005; 105,27272; 1/9; 1,999; 2/32}

 

Há também um conjunto de números irracionais (decimal e ponto impreciso) e números reais (incluindo todos juntos). Mas quase não há cobrança no concurso público.

Entendendo a equação

Este é o conceito básico para você aprender matemática para concursos e solucionar muitos problemas com sucesso.

 

Uma equação é uma igualdade existente entre duas expressões algébricas nas quais uma (ou mais) incógnitas aparecem. Normalmente, a incógnita é x. O desconhecido x representa um certo número (ou vários números), se houver, isso torna a equação verdadeira. Essa incógnita se trata da solução da equação.

  • Confira um exemplo de equação: X + 8 = 10

 

O objetivo desta equação é permitir que você descubra o seguinte: qual é o valor da incógnita “x”? Nas questões de matemática do concurso público, o uso das equações pode ser o seguinte:

 

“João e Maria têm dez laranjas no total. Se Maria tem sete laranjas, quantas laranjas João tem?”

 

Basta colocar as informações na equação:

  • Considerando “Laranjas de João” como “x”, temos uma equação de exemplo: x + 7 = 10.
  • A resposta da pergunta: João tem 2 laranjas.

Geometria

A geometria é um dos tópicos mais quentes da matemática. Mesmo que você não saiba o que é, você pode ter ouvido falar dele. Isso também é comum nos concursos públicos.

 

Geometria é o estudo das formas dos objetos na natureza, as posições que esses objetos ocupam e as relações, e atributos relacionados a essas formas. A palavra “geometria” originou-se do grego, traduzida literalmente como “medir a terra”.

 

Confira a seguir alguns conceitos básicos de geometria:

  • Ponto: o ponto não tem tamanho, ou seja, não há comprimento, largura ou altura, representado por letras maiúsculas;
  • Reta: podemos dizer que uma Reta é composta por infinitos pontos, como uma pena, uma corda alongada, as laterais de um campo de futebol, postes, luz do sol, etc.;
  • Plano: composto por infinitas retas e planos, é uma coleção desses elementos. Por exemplo: a superfície de paredes, pinturas, pisos, universo, etc.;
  • Ângulo: é uma coleção de duas semi-retas (retas “cortadas”) que não são colineares na mesma origem.

Bom, esperamos que tenham curtido as dicas

Já falamos em outro artigo sobre os cursos da buzzero cursos que tambem podem ajudar nos concursos

Sugestões e dicas deixe nos comentarios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.