Novos valores do seguro desemprego: confira!

Spread the love

Conheça os novos valores do seguro desemprego, e veja quem tem direito, como pedir e mais!

O Seguro desemprego é um valor pago aos trabalhadores demitido sem justa causa, valor pago entre 3 a 5 parcelas. A tabela do seguro desemprego 2016 sofre um reajuste de 11,28% , o valor máximo da parcela é de R$1.542,24 e tem como base a variação do INPC de 2015.

A nova tabela foi divulgada nesta segunda-feira (11) pelo MTPS e segue as recomendações da Resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador

Quem tem direito ao seguro desemprego 2016

novos valores seguro desemprego

As regras para o seguro desemprego 2016 mudaram, agora tem direito ao seguro desemprego o trabalhador demitido sem justa causa que:

  • Tenha recebido salários de pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, relativos:
  1. a) por pelo menos 12 meses nos últimos 18 meses imediatamente anteriores à data da dispensa, quando da primeira solicitação;
  2. b) por pelo menos 9 meses nos últimos 12 meses imediatamente anteriores à data da dispensa, quando da segunda solicitação; e
  3. c) por cada um dos 06 meses imediatamente anteriores à data da dispensa quando das demais solicitações.

Essas mudanças foram publicadas na Lei 13.134 de 16 de junho de 2015 .

Quantidade de parcelas do seguro desemprego 2016

Conforme estabelecem as novas regras seguro desemprego 2015, a quantidade de parcelas variam de acordo o numero de parcelas e o tempo de serviço nos 36 meses.

seguro desemprego 2016

  • Para a primeira solicitação:
  1. a) 04 parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo 18 e no máximo 23 três meses, no período de referência;
  2. b) 05 parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo 24 meses, no período de referência;
  • Para a segunda solicitação:
  1. a) 04 parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo 9 meses e no máximo 11 meses, no período de referência; ou
  2. b) 05 parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo 12 meses, e, no máximo, 23 (vinte e três) meses, no período de referência; ou no período de referência; e
  3. c) 5 (cinco) parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada de, no mínimo, 24 (vinte e quatro) meses, no período de referência;
  • A partir da terceira solicitação:
  1. a) 03 parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo 06 meses e no máximo 11 meses, no período de referência;
  2. b) 04 parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo 12 meses e no máximo 23 meses, no período de referência; ou
  3. c) 05 parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada, de no mínimo 24, no período de referência.

Tabela seguro desemprego novos valores 2016 – confira 

O valor da tabela seguro desemprego 2016 varia entre R$ 880,00 e R$ 1.542,24 . O valor do benefício não poderá ser inferior ao valor do Salário Mínimo atual.

No calculo do seguro desemprego leva-se em consideração o salário médio dos últimos 3 meses anteriores a dispensa do trabalhador.

Tabela seguro desemprego 2016

O valor da maior parcela do Seguro-Desemprego aumentou R$ 156,33 em 2016, passando de R$ 1.385,91, em 2015, para R$ 1.542,24 neste ano. Os novos valores do benefício entraram em vigor nesta segunda-feira (11) com base em circular divulgada ontem pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS).

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *