Coworking: 3 dicas preciosas para aproveitar o espaço

Antes mesmo das medidas de distanciamento social que tomaram conta da sociedade em 2020, o trabalho remoto já era uma realidade nas mais diversas áreas.

Conhecido também como “home office” ou apenas como “trabalhar de casa”, o avanço da tecnologia e da portabilidade de aparelhos, e a difusão e expansão do acesso à internet permitiu que as mais diversas atividades e profissões pudessem ser realizadas de qualquer lugar, sem afetar negativamente a produtividade, e diminuindo a necessidade de ir todos os dias para um local de trabalho específico. Hoje, a procura por vagas, trilhas e empregos que possibilitam essa flexibilidade está maior do que nunca.

 

coworking

Toda essa liberdade é ótima nos mais diversos aspectos: além de economizar o tempo do dia que antes era gasto no transporte público ou no trânsito — considerada uma das partes mais frustrantes das rotinas diárias, principalmente para quem vive em grandes centros metropolitanos — ela também permite que as pessoas dediquem mais tempo para suas atividades pessoais, para suas casas, famílias e até mesmo animais de estimação, e acaba por promover uma relação mais saudável entre vida profissional e pessoal.

 

Mas, infelizmente, no mundo do trabalho home office, nem tudo são flores. Vizinhos inconvenientes, obras, familiares que esquecem que você está trabalhando, pets querendo um pouco de carinho e atenção… Em um ambiente que não é exclusivamente dedicado ao trabalho, as distrações são várias e bem frequentes.

 

E foi pensando em criar um ambiente que unisse a flexibilidade do trabalho remoto com a necessidade de um ambiente que estimulasse a concentração e a produtividade que foram criados os chamados coworking, espaços de trabalho compartilhados que podem ser usados por qualquer pessoa para trabalhar de maneira remota, independentemente da empresa ou profissão.

 

Os espaços de coworking tem seus prós e contras, e também suas regras próprias de utilização e etiqueta. Para te ajudar a aproveitar o máximo que esses espaços tem a oferecer, separamos três dicas super úteis e que podem ser aplicadas em todos os ambientes. Confira!

 

1 – Melhor prevenir do que remediar

Seja no escritório da sua empresa ou no cantinho da sua casa que você sempre usa para trabalhar, as chances de você já ter tudo o que precisa sempre à mão são bem altas, afinal, aquele é seu espaço “de sempre”.

 

Por isso, para evitar aquele momento péssimo de precisar de algo no meio do dia e lembrar que você esqueceu em casa, certifique-se de listar, mesmo que só mentalmente, tudo o que precisa levar para o coworking com você. Carregadores, cabos, mouse, teclado, agenda, fones de ouvido…

 

Como o título desta seção já diz: é melhor prevenir do que remediar, ou seja, é melhor levar várias coisas e não acabar usando algumas delas do que precisar muito de alguma coisa que ficou para trás!

 

2 – Respeito ao próximo sempre

Essa dica pode até parecer óbvia, mas achamos válido incluí-la mesmo assim!

 

O nome “coworking” não deixa dúvidas: eles são espaços compartilhados entre pessoas das mais diversas idades, áreas, profissões e vivências. E por isso, é um dos muitos espaços onde o respeito deve ser a palavra de lei, acima de tudo, e ele começa por você.

 

Não ocupar mais espaço do que o estritamente necessário, não deixar lixo ou bagunça quando desocupar um lugar, não falar muito alto em locais abertos, não monopolizar tomadas, usar fone de ouvido ao ouvir música ou assistir algo são apenas algumas das regrinhas mais básicas que garantem uma boa convivência com todos que te cercam no espaço.

 

3 – Não se esqueça do networking

Uma das maiores vantagens do coworking em relação ao trabalho de casa e até mesmo ao escritório próprio da sua empresa são as várias possibilidades de networking que ele oferece.

 

Com usuários das mais diversas áreas e profissões, o espaço de coworking é um dos melhores lugares para fazer o famoso networking, ou seja, estabelecer conexões com outros profissionais que podem, um dia, ser úteis para você e o seu trabalho, e vice-versa, além de trocar experiências, histórias e dicas preciosas sobre os mais variados assuntos.

 

Agora que você já sabe as nossas três dicas essenciais para aproveitar um coworking, queremos saber se você tem mais alguma que acha indispensável. Conta aqui nos comentários!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.