PEP: tudo sobre esse programa de financiamento estudantil!

Spread the love

Programa PEP promete ajudar quem precisa estudar e ta sem grana, confira como funciona!

Embora os cursos técnicos estejam em alta, fazer um curso superior ainda é o desejo de milhões de pessoas do Brasil. Mas iniciar os estudos nem sempre é fácil, pensando em diminuir essa dificuldade, foi lançado o PEP, e aqui você vai saber tudo sobre o programa.

O que é o PEP?

O Parcelamento Estudantil Privado (PEP) foi criado em 2015, e vem ajudando milhares de pessoas em todo o Brasil a realizarem o sonho de fazer um curso superior. Oferece ótimas taxas de juros e não tem nenhum tipo de ligação com o Governo Federal, por tanto, não sofrerá cortes em 2017.

pep bolsas

PEP ou programas do Governo?

Nos últimos 15 anos o Governo Federal lançou diversos programas para facilitar a entrada na universidade, como o Prouni (Programa Universidade Para Todos) e o Fies (Financiamento Estudantil), mas para conseguir uma dessas vagas é necessário participar do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e atingir uma nota mínima. Existem até alguns programas privados, como educa mais e quero bolsa. Para participar do PEP não é preciso comprovar as condições financeiras, o que acontece com o Prouni. Qualquer estudante pode disputar uma das vagas do Parcelamento Estudantil. Os programas do Governo devem sofrer cortes em 2017, o que não vai acontecer com o PEP.

 

Quem pode participar do financiamento PEP?

Qualquer pessoa pode participar do Parcelamento Estudantil, não existe barreira que impeça devido a classe econômica ou por ter estudado em uma escola da rede privada de ensino. Conseguir uma vaga é basicamente fácil, você que deseja começar os estudos, não perca tempo.

 

Instituições participantes do PEP

Como o sistema ainda é novo, existem poucas instituições parceiras do PEP. São seis grandes grupos de educação, que oferecem estudo em várias cidades do Brasil, confira: Anhanguera; Fama; Pitágoras; Unic; Uniderp; e Unime. O pagamento é negociado diretamente com a universidade, quando for realizar a matricula o candidato deve informar que deseja utilizar o sistema PEP. Para entrar é necessário realizar um vestibular, ou informar a sua nota no último Enem.

pep financiamento

Minha faculdade não tem o PEP, o que fazer?

Os estudantes que estudam em instituições que não possuem o PEP podem realizar uma transferência para alguma das faculdades parceiras, para isso basta clicar aqui(http://www.parceleafaculdade.com.br/#e-se-for-transferencia), e preencher os campos necessário, de nome completo, e-mail, telefone, o estado e a cidade onde mora. Com essas informações os responsáveis vão verificar as possibilidades de estudo em alguma das faculdades parceiras da região. Essa transferência normalmente acontece de maneira rápida, possibilitando para o aluno ainda mais economia no pagamento das mensalidades.

 

Como pagar o financiamento do PEP?

O PEP oferece bolsas de estudo com valores de até 70%, por tanto o aluno deve ter condições para bancar ao menos 30% das mensalidades. O pagamento do financiamento é muito facilitado, ele só começa a ser realizado após a pessoa completar o seu curso superior e se formar. Além disso, o pagamento pode ser realizado durante o mesmo período em que o aluno teve para estudar. O Fies tem cobrado juros de 6% ao ano, o que não acontece com o PEP.

Se você procura cursos gratis, vai gostar de ler sobre o learncafe, que é bem legal :o)

Sugestões de novos artigos podem usar os comentários

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *